Cromado e turbinado



Google Chrome

Google Chrome

O novo browser lançado nessa semana pela Google, o Google Chrome, promete agitar ainda mais as coisas no já disputado mercado de browsers de internet. Veloz desde a instalação, o Chrome carrega rápido, busca rápido, navega rápido. É uma prerrogativa dos aplicativos Google que está por trás de tudo isso: simplicidade (qualidade, penso eu, nem preciso citar).

Baixei e instalei. De repente, aparece a tela de navegação, sem que eu sequer tivesse que escolher opções de instalação. Sou entusiasta dos serviços Google (e admito), mas se esse browser fizer tudo o que promete, a briga nesse mercado só tende a esquentar. Conforme lembrado por Sandra de Carvalho, do Info Online, porém, os mal acostumados com os complementos do Firefox (é o meu caso), devem demorar para migrar. Parece que o alvo era mesmo o IE. E, assim sendo, é como colocar o Jô Soares para marcar o Ronaldinho Gaúcho. E a humilhação não para por aí.

Segundo a empresa, cada aba trabalha de forma independente, de forma que se uma aba travar, basta fechá-la, sem fechar o aplicativo nem afetar as outras tarefas. Para caras como eu, que abrem 50 a 60 abas de trabalho, isso é um alívio. Temo porém que o fato de trabalhar em áreas isoladas de memória torne essas abas um peso maior que o do Firefox. Vou testar e depois informo o que deu.

Abaixo, alguns links com notícias e comentários sobre o novo browser, bem como a história em quadrinhos que o pessoal da Google montou para apresentar o novo browser (vale a diversão).

Outras referências

Página oficial do aplicativo

Recursos

Google revela hoje seu browser Chrome

Google Chrome não é surpresa, diz Mozilla

Microsoft minimiza estréia do Google


Link para a postagem original

Os comentários estão desativados.